Ventisca Produções

Versão Beta
Close

Sabedoria, Kung-Fu e uma geladinha: Conheça o Monge

Saiba mais sobre a classe Monge em World of Warcraft!

Enquanto todas as outras classes de World of Warcraft dependem de componentes externos, a maior ferramenta dos Monges são eles próprios. Punhos e espírito.

Sacerdotes necessitam da Luz, Xamãs dos elementos, Guerreiros de suas armas e Ladinos das Sombras. Os Monges, por conta da própria história, aprenderam a precisar apenas do que reside dentro de si. A força presente em suas almas. O Chi, como eles a chamam.

Os primeiros Monges foram Pandaren, e é correto dizer que eles são os únicos que podem ser chamados de verdadeiros mestres Monge, já que todas as outras raças aprenderam essa arte através dos ensinamentos desses ursões. Como os Pandaren desenvolveram este caminho, no entanto, é um tanto triste.

Há centenas e centenas de anos, a região hoje conhecida como Pandaria era bem diferente. Ela era comandada pelo cruel império Mogu, onde os Pandaren eram escravos e submetidos a constantes humilhações – este título de “cruel” não é à toa. Com o tempo, a indignação se tornou o combustível de uma revolução.

Como escravos, os Pandaren não tinham acesso à armas, então eles praticaram escondidos durante anos como manipular seus corpos e espíritos para que eles próprios fossem os instrumentos de sua liberdade. Muito treino e meditação fez isso ser possível. Foi nesse batismo de fogo que nossos amigos pesadões provaram o valor de sua arte.

Tabela Monge WoW 16-07
Tabela Monge WoW 16-07

Meditação e Muita Birita

Os Monges utilizam suas mãos e pés como fonte primária de combate, então é óbvio que eles foram fundamentados nas artes marciais. Mais especificamente no Kung Fu, um estilo de luta que possui uma raíz filosófica que alinha o espírito de seus mestres e aprendizes com o resto do mundo, sejam pessoas ou a natureza, um potencial intrínsico a todos seres viventes. Todos podem aprender Kung Fu. Até mesmo um Panda, que a primeira vista não teria a estrutura para dar piruetas por aí – quem sabe é por isso que a imagem do Panda Kung Fuzeiro é tão popular por aí.

É impossível desassociar o Kung Fu do atletismo, e se você quer distribuir pontapés por aí voando pelo cenário ao estilo Jackie Chan, a especialização como Andarilho do Vento é para você. De todas as classes de dano à proximidade, este tipo de Monge é a mais móvel. A mecânica de ficar se esquivando dos ataques inimigos é bem divertida mas exige um certo aprendizado, e a falta de habilidades propriamente defensivas tornam este caminho um tanto difícil. Mas assim como um Monge, é só aplicar um tanto de dedicação que logo você estará chutando a bunda de seus oponentes – literalmente.

Mas violência não é o único foco destes sábios aventureiros. A paz de espírito é o ponto fundamental de todo Monge, e através dela, um Tecelão da Névoa pode manipular seu Chi e a de seus aliados a ponto de curar seus ferimentos.
Sim, Monges também podem ser curandeiros através da especialização e Tecelão da Névoa. Apesar de sua cura instantânea não ser tão impressionante assim, eles oferecem um nível de suporte excelente e adaptável, podendo tanto manter seu tank em segurança quanto curar um grande número de aliados ao mesmo tempo, se necessário. Tecelões também tem o benefício das artes marciais, tendo uma mobilidade excelente e inúmeros golpes que paralisam ou retardam ameaças. Se você tiver um bom auto controle, vai se sair bem nessa especialização.

Já se você NÃO tiver um bom auto controle, que tal se tornar um Mestre Cervejeiro?
Quando os Pandaren ainda eram escravos dos Mogu, muitos deles eram obrigados a preparar bebidas para seus mestres. De algo terrível, ao menos podemos dizer que surgiu o fruto do conhecimento: estes Monges utilizam de infusões mágicas que os permitem aguentar uma quantidade enorme de pauladas. Isso se dá em uma mecânica de jogo exclusiva desta especialização. Quando você bebe, os golpes que sofrer não causam dano instantaneamente, mas sim ao longo de um certo tempo pré-determinado – porém um curandeiro pode curá-lo dessa dor antes mesmo dela acontecer. Juntando esta reziliencia incrível à mobilidade espetacular de todos os Monges, o Mestre Cervejeiro é um dos tanks mais duradouros de todo WoW.

Legado de Liu Lang - WoW 16-07
Legado de Liu Lang - WoW 16-07

Um Monge exemplar: Liu Lang

Nascido em Pandaria, Liu Lang sempre teve um desejo incontrolável de conhecer o mundo – mas ele também não queria abandonar sua terra natal para todo sempre. E então ele se lembrou das tartarugas: essas criaturas sempre retornam para a mesma praia de onde partiram.

Liu Lang foi até o mar e fez amizade com uma delas. Shen-zin Su, ele a chamou. Montada em suas costas, ele partiu em uma jornada por Azeroth. Conheceu povos, histórias, naturezas distintas, e então retornou para Pandaria para compartilhar sua nova sabedoria. E ele fez isso uma, duas, três, inúmeras vezes. Cada vez com um conto novo, e cada vez Shen-zin com um tamanho maior.

Eventualmente mais Pandarens topavam participar dessas aventuras, incluindo Xamãs, cuja presença permitiu que os elementos começassem a se manifestar sobre o casco de Shen-zin. Com o passar dos anos, a tartaruga se tornou uma verdadeira ilha ambulentes, com uma colônia inteira de Pandarens vivendo em suas costas. Montanhas, lagos, plantações, a gentil criatura se tornou o lar de uma sociedade feliz.

Aos 122 anos de idade, Liu Lang faleceu. Alguns dizem que seu espírito se tornou um com o de Shen-zin – aliás, caso você jogue com um Pandaren, vai descobrir que seus primeiros levels será em uma aventura no casco da tartarugona, e econtrará essa belíssima estátua de Liu Lang que está na imagem aí em cima.

Ironicamente, assim como Liu Lang passou sua juventude querendo explorar o mundo além de sua terra natal, o mesmo aconteceu mais recentemente com um dos moradores do casco de Shen-zin. O mais famoso Monge e Pandaren de todos os tempos, o herói Chen Malte do trovão, se inspirou na lenda de Liu Lang para partir das costas da Tartaruga e mudar o mundo de Warcraft.

(Imagem via WoWWiki)

Fontes utilizadas no artigo: Site OficialWowheadIcy Veins.

Amantes de World of Warcraft