Ventisca Produções

Versão Beta
Close

Te Benzo, Te Curo, Se Provocar Te Dou um Murro: Conheça o Paladino!

Saiba mais sobre a classe Paladino em World of Warcraft.

Paladinos podem ser considerados Sacerdotes que decidiram trocar a batina por um armadura de 200kgs e ir martelar sua fé na cabeça de seus inimigos.

Ou então Guerreiros que abandonaram um pouco de sua selvageria em troca de serem portadores da Luz, como foi o caso da criação desta classe em diversos povos – o que pode soar estranho quando você para para pensar. Se existe uma só Luz como é que raças, tribos e civilizações que carregam religiões divergentes podem receber as mesmas bençãos, da mesma força divina?

Isso se dá porque a Luz em World of Warcraft, na realidade, não está exatamente conectada a nenhuma crença específica. Ela se materializa nas mãos daqueles que possuem fé o bastante, seja qual religião for, desde que o usuário tenha plena convicção de que o que ele está fazendo é moral e correto… Na opinião dele. E existem muitas pessoas com opiniões “questionáveis” por aí.

Em outras palavras, a imagem do cavaleiro de armadura brilhante e imbuído de Luz não é necessariamente uma prova de que seu caráter é confiável.

Na realidade, eles são confiáveis como companheiros. O Paladino é o tipo de classe que é sempre bem vinda devido à sua versatilidade: eles sabem como proteger, seja curando ou tankando, como podem dedicar toda sua convicção sancta em descer o sarrafo nos oponentes. Se no meio de uma dungeon o tank ou curandeiro desconectar, com a mudança de especialização e de alguns equipamentos o Paladino já está pronto para substituí-lo e dar continuidade na festa.

O que também o torna uma excelente opção para os jogadores que querem dar uma variada na jogabilidade com uma certa frequência.

Tabela Paladino WoW 10-07
Tabela Paladino WoW 10-07

Servir e Proteger

Um efeito comum dentre as três possíveis especializações de um Paladino são seus “buffs”, feitiços que melhoram sua performance por um certo período de tempo. No entanto, é óbvio que existe uma grande distinção dentre as alternativas, já que cada uma tem um papel diferente.

Para os Paladinos que não abdicaram completamennte da sede por violência, a especialização em Retribuição é a que foca em atacar. Por conta da durabilidade incrível dos Paladinos, ela é uma das melhores opções do jogo quando se trata do famoso “x1” – a durabilidade dessa classe é lendária por um bom motivo. E olhe que, como o foco deste caminho é causar dano, eles costumam trocar seus escudos por espadas, martelos ou até machados de duas mãos!

Mais precavidos e solidários são os Paladinos de Proteção, que como o nome implica, é a trilha caminhada pelos tanks. O que difere um tank desta classe de todas as outras é o número de proteções específicas para cada situação que ela pode conjurar. Ou seja, um bom Paladino de Proteção é um estrategista que consegue prever os próximos acontecimento para reduzir o dano ou efeitos negativos que estão por vir. Portanto ela é ao mesmo tempo uma especialização recomendada para iniciantes, já que é naturalmente difícil derrubar um deles, como uma em que apenas veteranos com mais de 3000 de QI conseguirão tirar todo o potencial dela.

Com menor intencidade, esta mesma caracteristica pode ser observada nos Paladinos Sagrados, a opção de suporte.
Eles são excelentes quando focam suas curas divinas em um só companheiro – que em 99% dos casos será o tank. O problema é que quando as coisas saem do controle e vários amigos estão apanhando simultâneamente, os Paladinos Sagrados não possuem lá tantas ferramentas para lidar com a situação.
Pelo menos eles não precisam se preocupar com a própria segurança. Todos os demais curandeiros do jogo vestem seus roupões ou vestes de couro. O Paladino Sagrado ainda é um Paladino, com armaduras gigantescas e tudo, tornando-os extremamente resistentes. Eles podem até se atrever a tankar um pouquinho caso o caos se instaure de vez.

Tauren Paladin WoW - Mike Sass
Tauren Paladin WoW - Mike Sass

Uma Paladina Exemplar: Aponi Crina Clara

Este é mais um conto de como a Luz se manifesta através da fé e força de vontade, não importa em qual entidade esta fé seja colocada.

Os Humanos e os Draenei veneraram seus deuses particulares por inúmeras gerações, enquanto a tauren Aponi recebeu estes dons através de, bem, um papo filosófico com um amigo.

Essa interação aconteceu após Aponi Crina Clara, até então uma Guerreira, se ferir gravemente em combate e ser obrigada a ser retirada dos campos de combate. Chateada e um tanto entediada, ela começou a conversar com seu curandeiro Tahu Vento Sábio sobre a natureza. Sobre como os Elfos Noturnos tiram energias de uma deidade lunar, e se existe uma equivalente deidade solar. Afinal, os tauren são famosos por prezar pelo equilíbrio em todas as coisas.

E foi estudando e venerando o próprio Sol que os efeitos da Luz começaram a se evidenciar.
Tahu se tornou um Sacerdote, enquanto Aponi fundou a organização dos Andarilhos do Sol, que hoje se tornou uma das mais importantes organizações militares da Horda.

Alguns precisam de centenas de anos para encontrar a Luz.
Outros, apenas de um vislumbre.

(Arte de Mike Sass)

Fontes utilizadas no artigo: Site OficialWowheadIcy Veins.

Amantes de World of Warcraft